A dieta alcalina

 dieta alcalina Todo o foco da dieta alcalina, também conhecida como a dieta do pH está em aumentar o consumo de alimentos alcalinos e reduzir os alimentos ácidos.

Com este objetivo a dieta alcalina pretende potenciar o sistema imunitário e proteger o organismo das doenças. Além disso pode levar à perda de peso, embora seja uma dieta mais focada na saúde.

Dieta alcalina – a dieta do pH 

O nosso sangue é, em condições normais, ligeiramente alcalino, com um valor de pH em torno dos 7,4. Um pH abaixo de 7 é considerado ácido e acima de 7 alcalino. Quando o organismo se encontra num meio muito ácido, conduz a problemas de saúde, como dores de cabeça e articulares, alergias, falta de energia, dificuldade em perder peso, insônia, baixo rendimento mental, maior propensão ao stress, etc.

A dieta alcalina promove a ingestão de alimentos principalmente alcalinos, a fim de manter o pH do corpo entre 7,35 e 7,45. O objectivo pretendido é que a ingestão consista em cerca de 80 % de alimentos alcalinos e 20 % de alimentos ácidos. Não é preciso contar calorias ou pontos. O foco está na divisão dos alimentos em alcalinos e alimentos ácidos e manter um equilíbrio entre ambos grupos de alimentos.

Quase todos os alimentos que comemos, depois de terem sido digeridos, têm a capacidade de formar resíduos ácidos e alcalinos. No entanto, há alimentos que podem suscitar alguma confusão: o facto de que os alimentos, na dieta do pH, sejam considerados ácidos, não é porque tenham sabor ácido, mas pelos resíduos que deixam no organismo depois da sua digestão. Por exemplo o limão é um alimento ácido enquanto cru, mas alcalino quando digerido. A carne é alcalina quando crua ou cozinhada mas quando digerida torna-se ácida.

Emagrecer com a dieta do pH, é possível?

Com a dieta alcalina também é possível perder peso, porque ao seguir a regra 80/20, as refeições diárias compõe-se principalmente de alimentos frescos como frutas, legumes e verduras, que são pobres em calorias. Além disso, serão ingeridos uma menor quantidade de grãos, açúcares refinados, alimentos processados e carnes, o que vai beneficiar a perda de peso.

Princípios da dieta alcalina

  • Na dieta alcalina devemos ingerir mais alimentos alcalinos e menos ácidos. Os alcalinos devem constituir 80% dos alimentos e os ácidos apenas 20% dos alimentos
  • Evitar alimentos processados, açúcar e hidratos de carbono, porque além de ácidos fazem aumentar também o nível de glicose, que além de não ser saudável faz engordar
  • A dieta do pH não rejeita completamente os alimentos ácidos, o meio ácido também é importante para o o organismo
  • Muitas doenças são o resultado do esforço do organismo por manter o equilíbrio ácido-alcalino interno. Os especialistas concordam que o cancro prefere um meio ácido em vez de um meio alcalino
  • Normalmente a dieta vegetariana (quando bem cumprida) pode manter o equilíbrio adequado do pH ácido-alcalino.

Quais os alimentos ácidos e quais os alimentos alcalinos?

Os alimentos alcalinos são basicamente quase todos os legumes e verduras, em particular as verduras de folha verde: brócolos, espinafre, alfaces, couves, agrião, acelga, dente-de-leão,couve-flor, pepino, abóbora, pimentos, batata-doce, feijão verde, aipo, cenoura, berinjela, cebola, alho, rabanetes, algas, rebentos, tomate…

Frutas alcalinas: maçã, damasco, pêssego, aguacate, banana, frutos silvestres, morango, melão, limão, melancia, uvas, laranja, pera, abacaxi, coco fresco, lima, toranja, figo, tangerina, fruta desidratada (passas e ameixas)

Outros alimentos alcalinos: leite e probióticos (iogurte, kefir) mel, amêndoas, sementes, castanhas, tofu, gengibre, curry, canela, mostarda, melaço,

Alimentos ácidos: carnes, peixe e marisco, ovos, leguminosas (feijão e ervilhas, exceto as lentilhas) alguns frutos secos, amendoim, cereais integrais, massas e derivados, alguns produtos lácteos (queijos), café e chás (cafeína), açúcar, refrigerantes e álcool. Aqui também se inclui os doces, os fritos e a comida “fast-food”.

Beber muita água

No seguimento da dieta do pH é importante beber muita água para ajudar o organismo a eliminar o excesso de substâncias ácidas. Além da água, podem ser bebidos sumos naturais (a maioria são alcalinos) e chás de ervas. O chá de gengibre é especialmente recomendado para combater a acidez.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

One Response to “A dieta alcalina”

  1. André Rodrigues diz:

    O que faz mal do açúcar não é a glicose, e sim a frutose

Faça um comentário