Como comer massa sem engordar

Como comer massa sem engordar

Comer massa sem engordar pode parecer um desafio, sobretudo, quando se deseja perder peso, pois é comum pensar que a massa é um alimento proibido, mas com algumas dicas não é razão para não inclui-la na sua dieta diária.

Como sabemos preparar um prato de massa é rápido e prático, mas quando o objetivo é não engordar fica a questão:

Deve este alimento fazer parte de uma dieta de emagrecimento?

É bem sabido que as dietas pobres em hidratos de carbono, têm como denominador comum a restrição dos cereais e seus derivados, entre os quais se encontram as massas, porque a sua elevada densidade energética, como é obvio faz engordar. Enquanto que, por outro lado, os corredores de maratona devem ingerir um prato de massa antes de uma grande corrida, para encher os seus depósitos de energia rápida. Energia essa que vai ser queimada e não armazenada sob a forma de gordura. Então, fica o dilema incluir ou não as massas nas dietas de emagrecimento?

O segredo está na quantidade 

Evite saciar a fome apenas com massa e além disso preste atenção à quantidade de massa que come.

Embora não fossem os italianos, mas os chineses, a inventarem a massa, mas Itália é internacionalmente conhecido pelo país das massas. A massa está bem arraigada nos seus hábitos alimentares, sendo consumida nas suas mais variadas versões (macarrão, esparguete, lasanha, tortolini…) quase todos os dias. Porém os níveis de obesidade dos italianos não estão em constante aumento como o dos americanos.

Isto porque, enquanto em Itália são servidas quantidades pequenas nas refeições e, além disso acompanhadas com uma generosa porção de vegetais ricos em nutrientes e fibras, já nos Estados Unidos consome-se cerca de 3 a 4 chávenas de massa por refeição, o que supõe uma quantidade enorme, que, como é óbvio, é muita energia que será armazenada como gordura.

Inspire-se no modelo dos italianos e coma as massas “al dente”

Em Itália, a dose que se serve é geralmente cerca de uma chávena. O resto da refeição inclui ainda algo de carne e uma grande porção de legumes e saladas. Além disso, outro ponto bastante a favor da perda de peso, é cozer a massa “al dente” como fazem os italianos, para não tornar a sua carga glicémica elevada.

Como a cozedura excessiva influência o índice glicémico dos alimentos, aumentando-o, deve-se evitar, quando o objetivo é perder peso, que cozam demasiado, neste caso as massas devem ser cozidas uns minutos menos do habitual para mantê-la “al dente”, ou seja rija.

O facto de ficar al dente, como é evidente, vai levar mais tempo para ser digerida, retrasando assim, a entrada dos açúcares da massa no sangue e consequentemente não provocariam subidas excessivas da insulina. Além disso, ao acompanhar as massas com legumes (pobres em amido), vai aumentar o teor em fibras da refeição, que adicionalmente vão retrasar a absorção dos açúcares dos hidratos, o que fará diminuir a carga glicémica da refeição.

Os picos de açúcar no sangue, que quase sempre são provocados pelos alimentos ricos em hidratos de carbono, estão associados ao ganho de peso, mas também à diabetes e às doenças do coração, razão pela qual a ingestão de alimentos com índices glicémicos mais elevados deve ser controlada.

Qual é o melhor momento para comer massa sem engordar?

O melhor momento para comer massa sem medo a engordar é ao almoço, controlando como é obvio, a quantidade. Ao jantar evite os pratos com massas, porque os açúcares dos hidratos de carbono serão armazenadas como gordura, já que a energia fornecida ao não poder ser queimada vai ser acumulada no corpo, justamente ao invés do pretendido.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Faça um comentário