O que é dieta?

Dieta é um termo que diz respeito ao conjunto e à quantidade de alimentos e líquidos ingeridos diariamente, por meio dos quais o organismo receberá toda a energia necessária para viver e realizar todas as atividades físicas, como mover-se, trabalhar, respirar.

Normalmente a palavra dieta está quase sempre associada com as dietas de emagrecimento, ou regimes especiais para combater determinadas doenças, como as dietas sem glúten para tratamento da doença celíaca ou a alimentação pobre em sódio para pessoas que sofrem de hipertensão.

No entanto, a designação dieta vai muito mais além, e refere-se, não só à alimentação, mas ao estilo de vida de uma determinada população.O que significa dieta?

Dieta – o que significa realmente?

A palavra dieta descende da palavra grega diaita e significa “estilo de vida”. Sendo assim, este termo não só se refere apenas ao tipo de alimentação própria de um povo, mas engloba também os hábitos e costumes de um país.

Um claro exemplo disto é a dieta Mediterrânea – uma das dietas mais saudáveis que existe – baseada em leguminosas, verduras e legumes, frutas, peixe, consumo moderado de carne e a gordura saudável como o azeite. Todos estes produtos eram obtidos diretamente da terra, praticamente sem processar, para alimentar o povo que mantinha uma relação íntima com a terra, o mar e o sol.

Era o modo de vida dos povos mediterrâneos como Grécia, França Itália, Espanha e Portugal. A uma alimentação saudável, somava-se ainda o esforço físico que requeria o trabalho cotidiano, o que representava um gasto de energia constante.

Mudanças na alimentação humana

A partir dos anos 70 o conceito dieta tem vindo a sofrer o efeito da globalização. Cada vez mais adquirimos hábitos alimentares que não nos pertencem. Adotamos costumes culinários de outros países, são-nos muitas vezes impostos pela moda e publicidade, conforme as tendências de cada época.

É o caso da dieta Americana. Este tipo de alimentação compõe-se de alimentos muito processados, calóricos e ricos em gorduras e açúcares. A comida é ingerida em grandes quantidades, sendo muito reduzida em alimentos frescos e naturais. O aumento da ingestão calórica em conjunto com o sedentarismo, têm contribuído enormemente para a obesidade no mundo.

Dietas para perder peso

A palavra dieta também refere-se ao tipo de dietas que existem para perder de peso. As principais dietas de emagrecimento são:

  • Dietas baixas em calorias (hipocalóricas)
  • Dietas pobres em hidratos de carbono
  • Dietas ricas em proteínas (dietas low-carb)

Cada uma destas dietas de emagrecimento propõe um plano alimentar com restrição de determinados alimentos para ajudar a perder peso. Este tipo de regimes por vezes são difíceis de manter no tempo. Contudo no curto prazo trazem bons resultados, mas a pessoa acaba por voltar aos velhos hábitos depois de atingir o seu objetivo.

Dietas vegetarianas

As dietas vegetarianas são seguidas por aquelas pessoas que deixaram de comer carne e peixe. Por vezes adotam este tipo de alimentação como um modo de revolta contra a exploração e o tratamento cruel que recebem os animais.

A sua alimentação consiste no consumo de produtos de origem vegetal: verduras, legumes, fruta, sementes, cereais, grãos, etc. Existem três tipos de dietas vegetarianas: a dieta vegan, a dieta lacto-vegetarianos e a dieta ovo-lacto vegetarianos.

Quem segue uma dieta vegetariana estrita deve ter o cuidado de incluir na sua alimentação, alimentos proteicos, ferro, zinco, cálcio e vitamina B12. Pode ser necessária a ingestão de um suplemento vitamínico.

Excessos e carências na alimentação

A relação entre dieta e saúde, está cientificamente comprovada. Ainda há países pobres com carência alimentares, onde parte da população é afetada pela fome e os problemas de saúde que daí advêm. Por outro lado, nas sociedades mais ricas os problemas da alimentação derivam do excesso da ingestão calórica, que causa outro tipo de doenças como a obesidade, colesterol elevado, hipertensão, diabetes, doenças cardiovasculares etc.

Apesar da relação dieta e saúde estar há muito tempo bem demonstrada, nem sempre existe a preocupação por parte das pessoas de ter uma alimentação saudável.

Dieta saudável 

Com muita razão é costume ser dito pela sabedoria popular a frase “somos o que comemos”. Os alimentos que comemos podem ter consequências graves na nossa saúde. Por isso alterar a alimentação, tornando-a mais saudável com o predomínio de legumes, futas, quantidades moderadas de carne e peixe, produtos lácteos e gorduras boas. Tudo ingerido com conta e medida, para não provocar excesso de peso e, ainda possa melhorar a qualidade de vida.

Toda a pessoa, que inclua na sua alimentação uma quantidade razoável de fruta, leguminosas, vegetais, cereais integrais, hortaliças, carne, azeite, peixe, ovos e produtos lácteos, é a garantia que está a fazer uma dieta completa e equilibrada para a manutenção do peso saudável, sem provocar nenhuma carência nutricional ao organismo.

Portanto, o termo dieta entendido como modo de vida, deve consistir em hábitos alimentares equilibrados e um estilo de vida saudável, onde não deve faltar a prática de uma atividade física várias vezes por semana e hábitos de sono corretos. A saúde agradecerá.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Faça um comentário