Suplementos para emagrecer – tudo o que deve saber

No mercado existem muitos suplementos para emagrecer, o que torna a escolha numa decisão difícil. Não é fácil saber qual o mais adequado para cada caso, porque sempre surge a dúvida, será que estes produtos oferecem realmente o que prometem?

Antes de tudo, deve saber o que um suplemento adelgaçante faz no organismo. Sendo assim, os suplementos para emagrecer podem ser divididos em:

  • Diuréticos
  • Laxantes
  • Queimadores de gordura ou termogénicos
  • Saciantes (contêm fibras para controlar o apetite)

Suplementos para emagrecer - tudo o que deve saber

O que fazem os suplementos para emagrecer

Os suplementos para perder peso cumprem (ou pelo menos dizem cumprir) estas funções no corpo:

  • Reduzir o apetite, fazendo com que a pessoa se sinta cheia, diminuindo a ingestão de calorias
  • Reduzir a absorção de gorduras e hidratos de carbono, diminuindo a acumulação de calorias e açúcares
  • Aumentar a queima de gordura, fazendo com que o organismo gaste mais calorias

Normalmente estes comprimidos para emagrecer compõe-se de extratos de plantas, fibras e outras substâncias químicas. Este artigo refere-se em particular aos produtos para emagrecer que aumentam a combustão de energia, ou seja, que ajudam a queimar mais calorias. É preciso ter cuidado na sua utilização, porque alguns deles podem afetar a saúde, sobretudo os rins e o fígado.

Estes são os suplementos para emagrecer mais populares

Para quem procura produtos para emagrecer fizemos uma seleção dos principais produtos queimadores de gordura que existem atualmente no mercado. Mas lembre-se que a perda de peso não se resolve simplesmente com a toma de comprimidos para emagrecer, pois não existe produtos milagrosos, mas podem constituir uma motivação e quando aliados com uma dieta, os resultados são logo visíveis.

Mango africano

O suplemento Mango Africano é um queimador de gordura. Esta fruta própria de África, é muito parecida ao mango comum, mas contém grandes quantidades de vitaminas essenciais, antioxidantes e ácidos gordos poli-insaturados oméga 3 e 6. A sua riqueza em polifenóis (flavonóides, catequinas, taninos) fazem aumentar a sensibilidade à leptina e adiponectina.

O que faz no organismo:

O mango Africano reduz o apetite mantendo níveis adequados de leptina e adiponectina – duas hormonas que regulam a sensação de fome e de saciedade.

Os polifenóis fazem aumentar a leptina, uma hormona que reduz o apetite e promove a lipólise, ou seja a utilização da gordura corporal como fonte de energia. Isto significa que aumenta a velocidade do metabolismo, fazendo com que a gordura acumulada no corpo, seja utilizada como energia.

O extrato de mango Africano também estimula outra hormona, a adiponectina, uma hormona que faz aumentar a sensibilidade à insulina, o que ajuda a evitar a hiperinsulinemia. Controlar esta hormona ajuda a combater o excesso de peso.

Outra vantagem deste produto para emagrecer é a sua capacidade para inibir uma enzima chamada desidrogenase de glicerol-3-fosfato, que é responsável pela conversão da glucose em triglicéridos. Os triglicéridos é uma forma de gordura que se acumula no corpo.

O mango Africano parece não ter contra-indicações graves, no entanto, algumas pessoas podem sentir dores de cabeça, gases intestinais e dor muscular.

Café verde – Ácido clorogénico

Os grãos de café verde são grãos de café normal que não foram torrados. Estes grãos contêm duas substâncias, a cafeína e o ácido clorogénico, que se acredita ajudar na perda de peso.

Qual a sua ação no organismo:

A cafeína pode ajudar a aumentar a queima de gordura e o ácido clorogénico reduz a absorção dos hidratos de carbono, impedindo os picos de insulina, o que permite manter os níveis de açúcar normais no sangue.

Além disso o ácido clorogénico pode melhorar a função de adiponectina, uma hormona associada à saciedade. Esta hormona aumenta a velocidade de queima de gordura e reduz o apetite.

Há muitos produtos no mercado com extratos do grão de café verde em forma de cápsula, com diferentes teores de ácido clorogénico. No entanto, para que se produza efeitos adelgaçantes, deve conter uma elevada percentagem deste ingrediente, como minimo 60%.

Efeitos colaterais: este produto pode ter efeitos semelhantes à cafeína, é um estimulante, pode provocar ansiedade. O ácido clorogénico pode causar diarreia, e algumas pessoas podem ser alérgicas aos grãos de café verde.

Cetona de Framboesa

A cetona de framboesa é um suplemento queimador de gordura que se tornou famoso nos Estados Unidos depois de ter sido anunciado no programa do Dr. Oz.

Este suplemento promove a perda de gordura devido ao seu efeito termogénico, isto quer dizer, que acelera o metabolismo, causando um aumento da temperatura do corpo, que por sua vez leva à perda de peso.

Como ajuda a perder peso?

A cetona de framboesa é uma substância que se encontra nas framboesas, e que lhe dá o seu aroma característico. Em altas doses acelera o metabolismo das gorduras. Isto ignifica que a gordura corporal é transformada em energia em vez de ser acumulada no corpo, o que favorece a perda de peso.

Além disso, aumenta os níveis de adiponectina uma hormona produzida no tecido gordo que promove a transformação dos hidratos de carbono e gordura em energia, aumentando desta forma o metabolismo e a velocidade de queima de gordura, ao mesmo tempo que reduz o apetite. Níveis mais elevados de adiponectina estão associados com uma menor percentagem de gordura corporal.

Efeitos secundários: apenas arrotos.

Picolinato de crómio

O Picolinato de crómio é um complemento que pode diminuir o apetite e contribuir para a perda de peso. Está indicado especialmente para pessoas com obesidade e com níveis altos de açúcar no sangue.

O efeito do picolinato de crómio no organismo:

O Picolinato de crómio é um mineral utilizado na perda de peso, porque ajuda a aumentar a eficiência da insulina. Ao melhorar a sensibilidade à insulina, ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue normais. Sendo assim, pode reduzir os desejos por alimentos doces, açúcar e hidratos de carbono. Ao diminuir o apetite, pode levar à perda de peso. Uma boa fonte de crómio orgânico é essencial para manter os níveis de açúcar no sangue saudáveis.

O excesso de hidratos de carbono quando não são utilizados pelo corpo transformam-se em gordura. O açúcar permanece na corrente sanguínea, não é queimado ou armazenado no fígado. Isto, não só é nocivo para as células como leva à acumulação de gordura no corpo.

Sendo assim, o Picolinato de crómio ao melhorar a sensibilidade à insulina, favorece o transporte da glicose às células, para ser queimada pelo corpo e não armazenada como gordura. Além de reduzir o armazenamento de gordura, reduz os níveis de colesterol e mantem a pressão sanguínea normal.

Quando o consumo vai mais além do indicado, é tóxico e pode causar anemia e diarreia.

L-Carnitina

A L-Carnitina ajuda o organismo a queimar gordura, porque é responsável de transformar a gordura corporal em energia.

O efeito da L-carnitina no corpo:

A L-carnitina é um aminoácido produzido pelo corpo e que esta envolvido na combustão das gorduras, ou seja transforma os lípidos (gordura) em energia (ATP) dentro das mitocondrias. Isto quer dizer que aumenta a queima de gordura.

Se o corpo tem falta de L-carnitina, a gordura não pode ser convertida em energia, sendo transportada para as células gordas, contribuindo para a obesidade. A deficiência de L-carnitina pode dar origem à obesidade e o excesso de peso.

Além disso a A L-carnitina pode ajudar, durante uma dieta rigorosa e muito baixa em calorias, a evitar que os músculos sejam usados ​​como fonte de energia. A l-carnitina é também muito utilizada no treino e recuperação, já que acelera a regeneração do músculo. Outras vantagens, melhora a concentração e a recuperação em caso de fadiga ou cansaço. A nível da saúde não parece ter contra-indicações.

Garcinia Cambogia – porque é um produto de emagrecimento tão popular?

A Garcinia cambogia é uma fruta própria da India e Indonésia. Os povos destas regiões usavam-na na medicina natural, devido às sua propriedades adstringentes e antibacterianas. Como produto para emagrecer cumpre a função de queimador de gordura.

A Garcinia Cambogia ganhou fama no programa do Dr. Oz. A partir de então, começou a surgir no mercado muitos suplementos para emagrecer com as propriedades desta fruta que promete reduzir o excesso de peso facilmente.

A ação da Garcinia Cambogia no organismo:

O Ácido hidroxicítrico ou HCA (substância principal da fruta Garcinia Cambogia) tem a capacidade de inibir a enzima ATP citrato-liase, que é uma enzima responsável pela armazenação de gordura. Portanto, a limitação desta enzima está associada à redução da formação de gordura e do excesso de peso.

Outra vantagem atribuída a este produto para emagrecer é a redução do apetite e o aumento da saciedade. Parece ser que a ingestão de Garcinia cambogia provoca o aumento da libertação de serotonina no cérebro, uma hormona que se associa à redução do apetite.

No entanto, nem todos os comprimidos para emagrecer contêm quantidades suficientes de HCA ou ácido hidroxicítrico. É necessário que contenham pelo menos uma concentração do 50% deste composto em cada comprimido. Muitos produtos para emagrecer têm quantidades abaixo desta percentagem, por isso os resultados na perda de peso podem ser nulos.

Este produto para emagrecer não parece ter contraindicações para a saúde, unicamente pode provocar leves problemas digestivos.

Ácido Linoleico Conjugado (CLA)

O CLA reduz a gordura corporal e aumenta a massa muscular, é portanto um queimador de gordura, tendo também bons resultados na tonificação do corpo, porque não reduz o peso à custa da perda de água ou massa muscular, mas apenas da gordura.

O efeito do CLA no organismo:

O CLA  ou Ácido Linoleico Conjugado desempenha um papel importante no metabolismo das gorduras. O CLA promove a degradação da gordura, uma vez que atua sobre as células de gordura e células musculares, o principal local onde a gordura é queimada para produzir energia.

O CLA além de queimar gordura também leva a uma redução da leptina, uma hormona segregada pelas células de gordura e está envolvida na regulação do apetite. Além disso, o CLA aumenta a apoptose (morte celular programada) das células de gordura, reduzindo o seu número.

Por isso um suplemento de CLA para queimar gordura pode ser uma boa opção. É importante que, o suplemento para emagrecer com CLA tenha na sua composição a forma cis-9-trans11, caso contrário poderia causar problemas graves no fígado, aumentar o colesterol mau (LDL) e baixar o colesterol bom (HDL).

A forscolina – um produto para emagrecer que é novidade

Este produto para emagrecer é considerado um grande queimador de gordura, é uma das últimas novidades. Foi dado a conhecer no programa televisivo do Dr. Oz, que o considera um dos melhores suplementos para reduzir a barriga devido às suas propriedades termogénicas.

A forscolina, conhecida também como forskolin ou Coleus forskohlii, é uma planta originária da India, utilizada há centenas de anos pela medicina tradicional ayurvédica, devido às suas propriedades anti-inflamatórias e anti-microbianas.

Porque a forscolina ajuda a perder peso?

Ultimamente a forscolina tem ganho popularidade porque alguns estudos lhe atribuíram propriedades adelgaçantes, dado que o extracto desta planta, também conhecido como coleanol ajuda a melhorar a adenilato ciclase – uma enzima que melhora certas funções celulares associadas à queima de gordura.

Esta enzima estimula a comunicação entre as células, provocando uma maior produção de outra enzima chamada lipase, que é responsável pela queima de gorduras e, por conseguinte, da perda de peso. Se pensa utilizar este suplemento, certifique-se que contenha pelo menos 20% de extrato de forskolin puro ou mais.

A forskolin parece não ter efeitos secundários graves para o organismo, mas lembre-se que se estiver sob medicação consulte o seu médico.

Laranja amarga

A laranja amarga é um suplemento para emagrecer, de efeito termogénico, mas que gera muita controvérsia. Embora os ingredientes encontrados na laranja amarga possam, supostamente ajudar a perder peso, a sua toma apresenta muitos riscos para a saúde.

O efeito termogénico da laranja amarga, faz aumentar o metabolismo, o que ajuda à queima de gordura, favorecendo o emagrecimento.

A laranja amarga e a sua ação no organiismo

A sinefrina é uma substância vegetal que se encontra na casca da laranja amarga. Esta substância em altas concentrações parece aumentar o metabolismo, sendo por isso utilizada como um queimador de gordura.

No entanto, a sinefrina é muito parecido à efedrina, uma substância proibida em muitos países, pois acarreta riscos para o coração. A sinefrina em combinação com a cafeína, aumenta ainda mais os riscos para a saúde.

Muitos suplementos que combinam sinefrina com cafeína, podem produzir problemas de saúde: aumento da frequência cardíaca e da pressão sanguínea, tremores musculares, aumento da temperatura corporal e nervosismo. A longo prazo a toma deste suplemento para emagrecer com concentrações elevadas pode provocar arritmias cardíacas, convulsões e alterações mentais. Na Europa e nos EUA houve caso de mortes após a sua ingestão.

Estes suplementos ajudam a emagrecer?

A eficácia destes produtos para emagrecer está rodeada de muitas dúvidas. Prometem mais do que oferecem. Os estudos existentes apresentam resultados contraditórios. Muitos destes estudos foram realizadas com ratos, que mostraram resultados positivos com animais, mas não foram experimentados em seres humanos.

Muitos dos efeitos adelgaçantes destes suplementos não está claramente demonstrado pela ciência. De acordo com alguns estudos os suplementos de emagrecimento, podem ajudar a perder 3-9% do peso corporal.

Mas lembre-se que o facto de ter encontrado uma suplemento para emagrecer, não significa que a partir de agora, pode comer mais. Qualquer suplemento, por si só, não produz resultados rápidos, são apenas uma pequeníssima ajuda para combater a obesidade.

Estes suplementos para emagrecer são particularmente bons, quando há uma mudança também na alimentação. Não precisa de fazer uma dieta com metas difíceis de alcançar. É suficiente que seja uma alimentação saudável, com a redução de calorias vazias.

Cuidados a ter

Finalmente, se estiver a tomar medicamentos, como anticoagulantes ou medicamentos anti-hipertensivos, não deve aventurar-se a tomar nenhum produto adelgaçante por sua livre vontade, porque muitos destes adelgaçantes podem causar interferências negativas com os medicamentos que está a tomar. Pergunte sempre ao seu médico. As mulheres grávidas e as que estão a amamentar não devem tomar este tipo de suplementos.

A saúde deve estar sempre em primeiro lugar, por isso nenhum produto para emagrecer faz milagres. E o facto de que alguns sejam naturais não significa que sejam 100 % seguros. Também é preciso ter cuidado ao comprar através da Internet.

Estes suplementos para emagrecer podem ser úteis em muitos casos, mas consciencialize-se que é preciso mais do que isso para alcançar o peso ideal.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Faça um comentário