As leis da alimentação – Leis de Escudero

A alimentação também é regulada por leis. Leis essas, que se fossem devidamente cumpridas não haveria no mundo excesso de peso, obesidade e muitas doenças relacionadas com os maus hábitos alimentares. Isto porque, a alimentação é também um importante factor de risco que leva à obesidade, diabetes, hipertensão arterial e doenças cardiovasculares.

As leis da alimentação, também conhecidas como as leis de Escudero, foram criadas pelo médico argentino Pedro Escudero em 1940, sendo ainda aceitáveis nos dias de hoje. Segundo ele, as quatro leis que devem regular a alimentação do Homem são: Quantidade, Qualidade, Harmonia e Adequação. Comer de forma equilibrada conforme as leis da Alimentação é uma forma de cuidar da saúde.As leis da alimentação – Leis de Escudero

Leis de Escudero

Lei da Quantidade: A quantidade dos alimentos deve ser suficiente para satisfazer as necessidades energéticas do organismo. Estas dependem do sexo, da atividade física e da idade. Quando se consomem mais calorias do que as que se gastam o corpo armazena em forma de gordura, produzindo-se assim a obesidade e os problemas a ela associados. Por outro lado, quando a ingestão de calorias é muito baixa, dá-se a malnutrição.

Lei da Qualidade: Os alimentos devem fornecer ao organismo todos os nutrientes essenciais para o seu correto funcionamento. Os nutrientes são essenciais para o crescimento e manutenção de um corpo saudável ao longo da vida.

Lei da Harmonia ou do Equilíbrio: Os alimentos devem guardar entre si uma relação de proporção de modo a evitar o excesso ou deficiências de nutrientes. O equilíbrio na combinação dos nutrientes é de suma importância para evitar a doença.

Lei da Adequação: A alimentação deve ser adequada a cada pessoa, repeitando as características de cada indivíduo, tendo em conta, os hábitos alimentares, a atividade física, a idade, o estado de saúde, o nível económico etc. Por exemplo as necessidades de uma grávida são diferentes das de uma pessoa idosa e, esta por sua vez, tem necessidades diferentes das de um desportista.

Alimentar-se é uma necessidade básica do Homem, imprescindível para viver. Os alimentos, quando bem escolhidos e combinados, são necessários para a manutenção da vida e da saúde, porém nem sempre o Homem come por esta única razão. Nos últimos tempos, o boom dos alimentos refinados e calóricos fez com que a alimentação se caracterize mais por excessos que por deficiências.

A qualidade e quantidade dos alimentos que ingere cada pessoa repercute-se na sua saúde, e por conseguinte na sua qualidade de vida. Cada pessoa, é portanto, o resultado da sua nutrição, pelo que uma dieta saudável é a base de uma boa saúde.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

One Response to “As leis da alimentação – Leis de Escudero”

  1. Alberto Raimundo diz:

    muito grato, aproveito dizer que a saúde e o bem estar depende principalmente de conhecermos
    o nosso corpo e de sabermos cuidar dele
    .. é de grande importância conhecermos o nosso próprio corpo para que através da alimentacao, e segundo a necessidade nutritiva possamos cuidar da saúde de forma integral

Faça um comentário