Dicas para não engordar no Natal

Uma das preocupações da época de Natal para a maioria das mulheres é não engordar. Claro que é um verdadeiro desafio, pois não é fácil resistir às tentações ─ deliciosos pratos e doces típicos natalícios. No entanto, isso não pode servir de desculpa para ganhar peso. Se realmente quer manter a linha, vai ver que é possível com as nossas dicas passar o Natal sem sentimentos de culpa.

Dicas para não engordar no Natal

Como passar o Natal sem engordar

São dias passados na companhia da família e dos amigos mais próximos, sendo que o convívio leva-nos a esquecer os hábitos saudáveis e perdemos a noção de quanto comemos, porque é normal que nos deixamos levar pelos excessos, podendo a balança acusar alguns quilos a mais. Por esta razão, os nossos conselhos podem fazer toda a diferença e assim impedir que engorde no Natal.

Pratos com menos calorias

No Natal pode saborear os pratos típicos desta época, um deles é o peru, que é preferível em vez de outras carnes gordas, retire a pele, porque é onde concentra a gordura. Outra opção também deliciosa e baixa em calorias nas refeições principais é comer peixe em vez da carne. O bacalhau, seja cozido, grelhado ou no forno, é a opção tradicional na ceia de Natal e bastante recomendável, é preciso ter cuidado com os acompanhamentos, dê preferência aos acompanhamentos que abaixo referimos.

Outros peixes também são opções viáveis, o salmão, por exemplo, é rico em ácidos gordos ómega-3. Tenha cuidado com molhos, pois são especialmente ricos em gordura. Use-os com cautela. Uma boa opção é cozinhar os molhos um dia antes e colocar no frigorífico para poder retirar a gordura que se encontra na superfície.

Os melhores acompanhamentos para não engordar no Natal

Para acompanhamentos dos pratos principais priorize, os legumes, verduras e saladas, são ricas em fibras e ajudam a sentir-se mais saciado. Por exemplo, a beringela e as courgettes cortadas em rodelas e assadas no forno com ervas aromáticas e azeite e ainda os cogumelos são opções muito boas, todas pouco calóricas e pobres em hidratos. O que deve evitar são os acompanhamentos típicos como o arroz ou batatas, para poder assim comer alguns doces depois das refeições principais e desta forma evita consumir uma grande quantidade de hidratos de carbono.

Lembre-se que o excesso de hidratos engorda, por isso faça compensações. No caso de não resistir aos acompanhamentos como o arroz ou a batata, então deve evitar as sobremesas doces. Tenha cuidado especialmente ao jantar, já que tanta energia consumida acaba em gordura armazenada que não será gasta. Mas, mesmo assim controle as porções de tudo se quer passar o Natal sem engordar

Coma com calma e desfrute

Não coma depressa, pare de vez em quando! Comer devagar é a palavra mágica para quem não quer engordar no Natal, isto porque a sensação de saciedade só acontece depois de 15 a 20 minutos. Quanto mais tempo demora em terminar o seu prato, mais cheio se sentirá. Se comer muito rapidamente, corre o risco de comer sem controlo e ingerir mais do que deveria. Sendo assim, mastigue bem os alimentos, pouse os talheres, fale e faça tudo com calma, pois o nosso estômago precisa de tempo para enviar mensagens ao cérebro de que estamos cheios.

Água em vez de álcool

A água pode ser a sua aliada para passar os dias de Natal sem engordar. Claro que não tem porque privar-se de um copo de vinho tinto às refeições, mas como é óbvio as bebidas alcoólicas devem ser utilizadas com moderação porque além do aumento de calorias, também estimulam o apetite, podendo levar ao desejo descontrolado por doces.

Dica: beba um copo grande de água antes das refeições principais, isso ajuda a encher o estômago, diminuindo o apetite. Também é uma boa opção tomar um chá quente de gengibre, já que esta raiz ajuda a reduzir a sensação de fome, além disso é digestivo, bastante útil para estes dias de excessos.

Exercício – mexa-se

Sabemos que nesta época natalícia ninguém pensa em fazer exercício. Passamos muito tempo à mesa acompanhados com aqueles que mais gostamos e depois da mesa passamos ao sofá a ver a televisão e vice-versa. Mas o exercício pode ser uma maneira excelente para queimar o excesso de calorias do Natal. Por isso, mesmo que faça frio, não deve ser pretexto para seguir no sofá, sozinho ou acompanhado com a família, aproveite para caminhar com passo largo e vigoroso.

O movimento vigoroso estimula a queima de gordura e se o tempo estiver frio, melhor, porque perante as temperaturas frias, o corpo usa mais calorias para se aquecer, o que se traduz em mais gasto energético. Desta forma não só vai queimar mais calorias, como também terá uma melhor digestão, que nestes dias de excessos contribuem para aumentar o volume da barriga.

Controle os doces

Toda a variedade de doces natalícios são tentações difíceis de resistir, mas seja consciente que são autênticas bombas calóricas que contribuem para o ganho de peso. Com é quase impossível resistir a tanta tentação doce, limite-se a provar só algumas e evite outras. Não coma doces fora das refeições principais para que o corpo possa queimar o que comeu. O mais recomendável é deixar passar quatro horas entre as refeições. Se acha que é impossível, e se sentir avidez por doces, beba um copo de água e em último caso coma uma peça de fruta ou um punhado de nozes naturais, são boas opções de lanches que ajudarão a manter o estômago cheio podendo até ajudar a que coma menos na seguinte refeição.

Se mesmo assim e apesar dos nossos conselhos para passar o Natal sem engordar não poder controlar-se, procure pelo menos não exceder-se nos dias que antecedem ao Natal, nos típicos jantares e convívios entre amigos e colegas de trabalho, de modo a deixar os excessos alimentares aos dias realmente necessários como a Ceia, dia de Natal e fim do ano. Assim evita males maiores! E, não se esqueça, terminados os dias de festa, comece a cuidar da sua alimentação, retome os seus hábitos saudáveis e não deixe para o ano novo o velho dito muitas vezes dito “em Janeiro começo a fazer dieta”.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Faça um comentário