O xilitol, um substituto do açúcar com menos calorias

O xilitol, um substituto do açúcar com menos caloriasO Xilitol é cada vez mais utilizado para substituir o açúcar, tanto para adoçar bebidas como para substituir o açúcar das receitas, já que pode ser usado em bolos e doces. Tem o mesmo sabor doce do açúcar de mesa e a mesma aparência, mas apenas a metade das calorias, o que o torna ideal para as dietas de emagrecimento, para além de ter outros benefícios.

Xilitol, um substituto do açúcar menos calórico

Retirar o açúcar da nossa alimentação é por vezes uma decisão difícil, porque o doce é algo que nos dá imenso prazer, apesar de sabermos que o açúcar contribui para o aumento de peso e para doenças óbvias, como a diabetes, a obesidade, doenças cardíacas mas também tem sido associado ao aparecimento do cancro. A boa noticia é que cada vez mais vão surgindo substitutos do açúcar, e o xilitol é um deles. Com a mesma capacidade adoçante, mas com menos 40% das calorias do açúcar.

Existem diversos produtos no mercado que contêm xilitol tais como pastilhas elásticas, rebuçados, gomas, pastas dentífricas e alimentos feitos especialmente para diabéticos, são produtos denominados “sem açúcar”.

O que é o xilitol?

O xilitol é um edulcorante que foi descoberto há mais de 100 anos e muito utilizado na Finlândia, donde é extraído da casca de bétula, sendo por isso conhecido como “açúcar de madeira” e considerado por muitos um edulcorante natural. Hoje em dia, também é obtido a partir da fruta e vegetais como a couve-flor e o milho. Desde os anos 70 ficou demonstrado em vários estudos a sua eficácia na redução e prevenção da cáries dentária. Por isso é muito utilizado em produtos dentários, pastilhas elásticas e rebuçados.

O xilitol é, basicamente, um álcool de açúcar formado de forma natural, tanto nas plantas como no organismo dos seres humanos durante a metabolização do açúcar, ou seja, o nosso corpo também produz xilitol durante o metabolismo dos hidratos de carbono, por isso não lhe é uma substância estranha. Esta é uma das grandes vantagens do xilitol, em comparação com outros adoçantes artificiais como o aspartame, envolvidos em polémica.

Dos diferentes “açúcares alcoólicos” (sorbitol, manitol, eritritol…) o xilitol é um dos melhores. Quando bem utilizado apresenta benefícios tanto na perda de peso, como contra a cárie dentária. No geral, o xilitol é um adoçante razoavelmente seguro, embora ainda possa haver alguma controversa a respeito.

Menos calorias do que o açúcar de mesa

O xilitol tem o mesmo sabor doce do açúcar branco (sacarose) e também o mesmo poder adoçante, mas com muito menos calorias. Enquanto uma grama de açúcar branco contém cerca de 4 calorias, no xilitol existe apenas 2,4 calorias por grama.

Outra das suas vantagens é o facto de ter um índice glicémico relativamente baixo, evitando assim os aumentos excessivos da glicose no sangue, sendo por isso muito adequado para os diabéticos e para as dietas de emagrecimento. Razão pela qual é muito usado como um substituto da sacarose nos alimentos para diabéticos, uma vez que não necessita da insulina para ser metabolizado.

Xilitol contra o vício do açúcar

Substituir o açúcar pelo xilitol pode ser uma alternativa mais saudável para reduzir calorias e evitar os problemas associados ao açúcar e ao seu sabor viciante, que como sabemos gera dependência e cria um ciclo vicioso. No entanto devemos sempre fazer uma utilização muito moderada dos adoçantes, independentemente do facto de serem ou não saudáveis.

Como o xilitol é extremamente doce, tendo uma capacidade adoçante muito similar à do açúcar, neste sentido pode estimular as ânsias por alimentos doces e levar a um aumento de peso indesejável. Afinal um pouco pode transformar-se em muito, se não for usado com moderação. Se os alimentos denominados “sem açúcar” não forem consumidos com medida, a ingestão de calorias acaba por ser as mesmas que as dos alimentos açucarados.

Efeitos adversos do xilitol

Embora o xilitol esteja reconhecido oficialmente como um aditivo seguro para a saúde, sabe-se que, consumir mais de 40 gramas de xilitol por dia tem um efeito laxante, podendo causar dor de estômago, diarreia, gases, cólicas. Na maioria das vezes estes distúrbios diminuem à medida que o sistema digestivo de cada pessoa se adapta ao novo adoçante, mas se os sintomas persistirem ou piorar, deve deixar de utilizar xilitol.

Convém também saber que o xilitol é tóxico para cães e alguns outros animais de estimação, por isso deve ser mantido longe dos animais de estimação.

O melhor substituto do açúcar

Na busca incessante de um substituto perfeito para o açúcar, há muitas opções disponíveis no mercado, e, embora o xilitol seja uma das opções mais saudáveis comparativamente a outros adoçantes químicos como o aspartame ou a sacarina envolvidos nalguma controvérsia, pelo facto de apresentarem efeitos nocivos para a saúde e que têm sido amplamente demonstrado em inúmeras investigações, um outro bom substituto do açúcar seria a stevia. A stevia é certamente o adoçante mais saudável e a opção mais natural para substituir o açúcar refinado. Provém de uma planta e tem uma enorme capacidade adoçante e, ainda sem calorias e com muitas vantagens para a saúde, embora seja necessário habituar-se ao seu sabor.

Contudo, o ideal, sobretudo para quem deseja emagrecer ou levar um estilo de vida saudável, seria reeducar o paladar e desabituá-lo do sabor doce, habituando-se a comer alimentos e bebidas não adoçados. No entanto, para quem deseja retirar o açúcar de mesa e encontrar outras opções doces menos calóricas e muito parecidas ao açúcar, o xilitol pode ser uma alternativa a ponderar.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Faça um comentário